Feito para ser imponente, carro-forte está longe de ser confortável

Feito para ser imponente, carro-forte está longe de ser confortável

Feito para ser imponente, carro-forte está longe de ser confortável

Mostramos como é o novo Constellation 24.280 8×2 transformado para a Protege

Você já viu um carro-forte na rua e teve curiosidade em saber como ele é por dentro? Será que é como um tanque de guerra? O que oferece a motorista e ocupantes?

Para começar a responder essa pergunta, vamos dizer que o carro-forte é um caminhão adaptado. Isso mesmo. Customizado, como se diz, para o transporte de valores.

Nesta reportagem mostramos o novo Volkswagen Constellation 24.280 8×2 transformado para a empresa de transporte de valores Protege, do Rio. Ele é fabricado em Resende (RJ) pela MAN Latin América.

Esse modelo se diferencia dos demais por ser o primeiro do mercado equipado com cabine estendida. Por dentro ele não é exatamente feito para ser lá muito confortável. O painel é de caminhão.

Bem no centro do painel há um botão de emergência, que deve ser acionado em caso de assalto. Ele mobiliza uma equipe especializada que se encarrega de acionar polícia e o aparato necessário para livrar o veículo de um ataque, por exemplo.

No alto há um radiocomunicador. Dentro, dois bancos ao lado das janelas, que servem para monitorar o que acontece do lado de fora.

Desenvolvido em parceria pela engenharia brasileira da MAN e da MIB Blindados, implementadora nacional de carrocerias, o caminhão permite o transporte de cargas de valores maiores, atendendo a uma demanda crescente no Brasil.

Em razão da cabine avançada, o modelo é um metro menor em comprimento se comparado com outros que rodam pelas ruas, ganhando agilidade em sua circulação – tudo para garantir mais segurança durante o transporte e a condução. A capacidade maior de carga pode servir para o transporte de mais moedas. O veículo tem 29 toneladas de PBT (peso bruto total) e pesa 8 toneladas.

“O transporte de valores e de cargas valiosas é um importante segmento de transporte para a MAN”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da empresa.

No total a empresa já ultrapassou a marca de 1.100 chassis de carros-fortes comercializados no Brasil e no exterior.

 

 

Fonte: Carpress

Sobre o Autor

LuzeAzevedo administrator

error: Content is protected !!