Cresce poder de consumo e melhora mercado de seguros

Cresce poder de consumo e melhora mercado de seguros

Informações: É certo que o cenário macroeconômico favorece a expansão do mercado de seguros no Brasil. Em 2009, o mercado de seguros movimentou R$ 75,7 bilhões no Brasil e a perspectiva para 2012 é fechar com R$ 89,1 bilhões, o que comprova a tendência irreversível da expansão da área.

Esse mercado vem dialogando com o consumidor das classes C e D e fortalecendo a ideia que seguros podem ser adquiridos por todos os brasileiros, não se restringindo apenas a classe A. Na última década, o equivalente a 31,9 milhões de pessoas ascenderam à classe C, ingressando no mercado consumidor.

O aumento da massa salarial é um fator que ajuda a impulsionar a demanda por aquisição de seguros, assim como o impulso de consumo na classe C que aumenta a demanda por seguros, como automóveis e garantias estendidas para eletrodomésticos.

Segundo dados do IBGE, o rendimento médio real do trabalho cresceu 2,2% de 2008 para 2009, atingindo R$ 1.106 por mês. Estimulado pelo aumento no salário do trabalhador, o consumo de bens duráveis pelas classes C e D cresceu e atualmente 58% da frota brasileira de veículos está na classe C, bem como 49% das lavadoras de roupa.

Embora o microsseguros ainda não esteja disponível para vendas, a categoria de seguro tem grande potencial de crescimento, pois oferece aos cidadãos oportunidade de adquirir coberturas para vida, incapacidade, doença e até o seguro prestamista – caracterizado por cobrir prestações de bens adquiridos em caso de morte ou invalidez do beneficiário. [2]

Para Rubens Nogueira Filho, presidente da Classic Corretora de Seguros (www.classiccorretoradeseguros.com.br/) pioneira na comercialização de massificados, o microsseguro vai aumentar a inclusão social à medida que ofertar produtos direcionados às necessidades da população de baixa renda. “O mais importante dessa categoria de seguros é um preço bastante acessível. Ao ter acesso a um produto securitário, as classes de menor poder aquisitivos estarão mais amparadas contra riscos eventuais.”

Fonte: Oficina da Comunicação Integrada NOTÍCIAS – Seguros
Segs. Portal Nacional

Sobre o Autor

LuzeAzevedo administrator

error: Content is protected !!