Arquivo de tag indice

Queda de índice de roubo e furto de veículos poderá reduzir em até 10% preço do seguro em São Paulo

Queda de índice de roubo e furto de veículos poderá reduzir em até 10% preço do seguro em São Paulo 3

 

A diminuição nos casos de roubo e furto de veículos no Brasil poderá reduzir em até 10% o preço do seguro de automóvel ainda este ano, afirma a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg) com base nos dados do Denatran. Em agosto, o número de roubos e furtos caiu 7,83% no País, chegando a 38.628 veículos roubados/furtados contra 41.908 veículos roubados/furtados no mesmo mês do ano passado. Segundo o diretor executivo da Federação, Neival Freitas, a manutenção desse cenário pode auxiliar na redução do valor da apólice de seguro. “Até dezembro, poderemos analisar se o cenário de queda será contínuo. Se a redução se mantiver, podemos ter uma retração de até 10% no valor da apólice do seguro, que pode variar conforme a região, o modelo de veículo e o perfil do segurado”, afirma. Em agosto, no Estado de São Paulo, o recuo foi ainda maior – de 8,60%, totalizando 18.048 roubos e furtos contra 19.747 no mesmo mês em 2013. Desde junho, o Estado apresenta índices reduzidos desses crimes, com -6,25% em junho e -6,63% em julho.
Para o executivo da FenSeg, um dos fatores que colaborou para esse cenário em São Paulo foi a aprovação da lei estadual de desmontagem de veículos, que entrou em vigor em julho. “Existe uma lei federal que está em fase de regulamentação e que deverá dar continuidade a essa redução”, afirma, e completa: “Se esses índices se mantiverem em queda em 2015, as seguradoras deverão ajustar os preços ainda mais para baixo”, explica.
Sobre a Lei Estadual (SP): O Projeto de Lei 23/2011 foi sancionado em 2 de janeiro de 2014 pelo governador Geraldo Alckmin e tornou necessário possuir cadastro no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SP) e na Secretaria da Fazenda para realizar o comércio de autopeças. O objetivo da lei é acabar com os desmanches irregulares de veículos no estado, principais destinos dos carros roubados. Os nomes das empresas cadastradas estarão disponíveis para o público no site da Secretaria de Segurança Pública, e será criado um sistema de rastreamento das etapas do processo de desmontagem, desde a origem das peças ou partes até o registro de sua saída. Haverá ainda um serviço de web denúncia, incentivando a ação dos cidadãos na identificação de depósitos irregulares de peças.
Sobre a Lei Federal: A Lei Federal 12.977/14, que regula e disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres no Brasil, foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no dia 20 de maio de 2014 (publicada no Diário Oficial). A Lei determina a criação de um banco de dados nacional de informações de veículos desmontados e das atividades exercidas pelos empresários, no qual as peças ou conjuntos de peças usadas serão registrados, destinados à reposição e as partes destinadas à sucata ou outra destinação final. Segundo a lei, as novas regras começam a vigorar em um ano.[2]
Sobre a FenSeg: Criada em 2007 para compor o novo modelo de representação institucional do mercado segurador brasileiro, a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), uma das federações da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), está voltada para o desenvolvimento das atividades específicas dos ramos de seguros do segmento denominado “seguros de danos”. A Federação possui 68 associadas, que atuam em todas as carteiras do segmento. Os trabalhos da FenSeg concentram-se, principalmente, nas comissões técnicas que discutem melhorias para cada uma das carteiras do segmento. Atualmente, onze comissões estão ativas e são presididas por representantes das seguradoras associadas.
Fonte: Segs.
error: Content is protected !!